Publicado em: sábado, 15/06/2013

Produção de ‘Dentista Mascarado’ culpa público pelo insucesso

O produtor de Dentista Mascarado, José Alvarenga, havia prometido já antes mesmo da estreia da serie que eles iriam produzir um humor não apenas para as pessoas sorrirem, mas para que gargalhassem. O problema é que a estratégia ficou só na teoria, já que a séria que registrou o lançamento de Marcelo Adnet na emissora Global, vai ficar marcada como uma experiência bem frustrada, tanto para a avaliação do público, quanto da crítica de televisão.

O programa estreou com baixos 17 pontos, passando a perder terreno no Ibope ao longo das semanas, chegando a registrar apenas 10 pontos em uma das exibições. Agora, há duas semanas do fim do programa, o diretor deu uma entrevista afirmando que foi o público quem rejeitou a proposta ousada que a série teria. Ele afirmou que o Ibope em São Paulo foi muito ruim, já que os paulista odiaram o programa, mas lembrando que ter se arriscado desta forma faz parte do jogo.

Outra justificativa de Alvarenga seria também questionar a capacidade do público de compreensão da história, afirmando que nem sempre é fácil contar a história de um personagem babaca no país conhecido como da malandragem. Ficou difícil encontrar explicações piores que as dadas pelo diretor. O problema mesmo, conforme apontaram os críticos, é que o programa não tinha nenhuma graça, além de outras falhas na atração que Alvarena dirigiu e fracassou.