Publicado em: quarta-feira, 25/04/2012

Procurador aponta ligação de Ricardo Teixeira com esquema de corrupção

A procuradoria da Suíça divulgou indícios de que o ex-presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ricardo Teixeira, estaria de fato envolvido com esquema de corrupção da empresa de marketing esportivo ISL e a Fifa.

A revelação foi feita pelo procurador Thomas Hildbrand, em reportagem do jornal ‘Folha de São Paulo’, publicada na última terça-feira (24). As declarações de Hildbrand confirmam que Ricardo Teixeira teria envolvimento com o esquema de corrupção, que também incluiria o ex-presidente da Fifa, João Havelange.

O caso está sob sigilo judicial, e por conta disso são poucas os detalhes sobre a investigação que levanta dados sobre o pagamento de subornos da ISL para a Fifa. A tendência é que o atual presidente da Fifa, Joseph Blatter, também esteja envolvido no caso, já que na época ela era secretário-geral da entidade.

O esquema de corrupção envolvendo a empresa de marketing esportivo e a Fifa é considerado o maior escândalo do futebol mundial, e fez com que Blatter fosse pressionado a prestar esclarecimentos. João Havelange, por sua vez, teria renunciado a cargo que exercia no Comitê Olímpico Internacional (COI), por conta das denúncias.