Publicado em: quinta-feira, 26/09/2013

Procon de Campinas multa Claro em R$ 2,6 milhões

Procon de Campinas multa Claro em R$ 2,6 milhõesA Claro, que é uma das empresas a operar serviços de telefonia móvel no Brasil, foi multada em uma cidade do estado de São Paulo. O Procon (Fundação de Proteção ao Consumidor) de Campinas multou a companhia em R$ 2.661.754,17 por causa da má qualidade do serviço prestado pela Claro em seu SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor). A multa também se refere a infrações como cobrança indevida ou o fato de não cumprir as ofertas que fez. A decisão ainda não é definitiva. Sendo assim, a empresa ainda pode recorrer para não ter que pagar a multa.

Do valor total estipulado na multa, pouco mais de R$ 2.400.000 se referem ao fato da operadora ter desobedecido ao decreto do governo federal que diz respeito ao Serviço de atendimento ao Consumidor (SAC).

O resto do valor, o equivalente a cerca de R$ 172 mil, são diversas multas somadas. Essas multas são referentes a ações que foram feitas por consumidores entre os anos de 2009 e o ano passado e que não foram atendidas ou solucionadas pela operadora.

SAC não atende às expectativas dos consumidores

De acordo com o Procon, o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) foi feito para funcionar e que a empresa, por meio desse serviço, atenda às reclamações e aos pedidos feitos pelo seus clientes. No entanto, de acordo com o órgão, o que acontece hoje em dia é que, por conta dos maus serviços prestados pelas operadoras de telefonia móvel, os consumidores acabam tendo que recorrer aos órgãos de defesa do consumidor para que os problemas que não foram resolvidos no SAC sejam solucionados.

De acordo com o Procon, a Claro está no topo do ranking das empresas que mais receberam reclamações na entidade. Do começo do ano até o mês de setembro, a Claro teve um aumento de 20% no número das reclamações de consumidores insatisfeitos com os seus serviços. De janeiro a setembro desde ano, a empresa teve 1.196 reclamações, enquanto no mesmo período do ano passado, foram registradas 996 reclamações.