Publicado em: quinta-feira, 28/07/2011

Primeiro lote de alimentos enviados pela PAM chega à capital da Somália

Com 24 horas de atraso, o primeiro voo enviado pelo Programa Alimentar Mundial (PAM) chegou nessa quarta-feira (27) à capital da Somália, a cidade de Mogasdício, com alimentos para contribuir com a ajuda humanitária esperada para combater a crise de fome que foi declarada no país. A primeira leva distribuída pela PAM levou dez toneladas de pasta de amendoim com alto grau de proteínas e energia. Era esperado que a PAM levasse 14 toneladas, mas o alimento deve ser suficiente para sustentar 3500 crianças subnutridas pelo período de um mês.

Esses alimentos saíram na segunda-feira (25) da França em direção ao Quênia, sendo que deveriam ter seguido imediatamente à Somália. Porém, o atraso do voo foi explicado por problemas burocráticos para o envio dos alimentos. A outra opção seria o transporte por barco, mas este demoraria ainda mais do que o atraso acontecido com o voo. Por isso, a PAM optou por investir no transporte aéreo de uma vez.

Além da primeira fonte de alimentos enviada à Mogasdício, a PAM anunciou que deve realizar outros envios dentro das próximas semanas, provavelmente para a cidade de Dolo Ado, na Etiópia. Na sequência, a próxima leva poderá ser destinada à cidade de Jubaland, controlada pela base governista da Somália e fica próxima a uma das regiões mais prejudicadas pela situação de fome.

No primeiro momento, os rebeldes que controlam algumas regiões dos países africanos haviam se manifestado contrários ao envio de alimentos por entidades humanitárias. Porém, na sequência eles reconheceram a necessidade de ajuda e permitiram que a região recebesse auxílio internacional.