Publicado em: segunda-feira, 02/01/2012

Presidente sul-coreano afirma que Coreias podem dialogar

Nesta segunda-feira, dia 1º de janeiro, o presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, afirmou em seu discurso de Ano Novo que as duas Coreias estão passando com um “ponto de inflexão” e que há “janelas de oportunidade” para conversas. Porém, o presidente disse que a Coreia do Sul irá responder “com firmeza” as possíveis provações do outro país.

Desde a morte do líder Kim Jong-il, a Coreia do Norte está sendo comandada pelo seu filho Kim Jong-un. As Coreias nunca realizaram nenhum acordo de paz depois da guerra nos anos 1950. Com isso, tecnicamente, os dois países continuam em confronto.

Lee Myung-bak disse que seu país “mantém completa segurança nacional enquanto houver possibilidade de provocação pelo Norte”. Ele ainda disse que a principal finalidade da Coreia do Sul é alcançar o equilíbrio, especialmente combatendo as ambições do país vizinho em forças nucleares. Lee Myung-bak sugeriu que as negociações fossem retomadas para ajudar a Coreia do Norte em troca do desarmamento.

Na sexta-feira a Comissão de Defesa da Coreia do Norte afirmou que não haverá mudanças nos ideais do regime, mesmo com os novos comandos. Kim Jong-un assumiu o cargo depois que Kim Jong-il morreu no dia 17 de dezembro de 2011. Em sua mensagem de Ano Novo, o recente líder solicitou ao povo que se tornem “escudos humanos” em defesa do regime.