Publicado em: terça-feira, 07/08/2012

Presidente sírio afirma que país quer acabar com os terroristas

Presidente sírio afirma que país quer acabar com os terroristasNesta terça-feira (7), o candidato republicano para a presidência dos Estados Unidos, Mitt Romney, irá lançar uma nova estratégia de ataques contra o presidente e candidato republicano, Barack Obama. O alvo dos ataques será o plano de Obama de revogar algumas partes da lei elaborada em 1996 com relação ao bem-estar dos trabalhadores norte-americanos.

O novo plano de ataques de Romney foi apresentado em um anúncio de televisão e também em um discurso do candidato em Chicago. A porta-voz de campanha do candidato republicano, Andrea Saul, afirmou que cada vez mais a classe média dos Estados Unidos está batalhando para conseguir terminar o mês. Saul afirma que o presidente Obama pretende pegar o dinheiro dos impostos para repassar aos beneficiários.

Suspensão das exigências

O Departamento de Saúde e Serviços Humanos do país autoriza que os estados peçam a suspensão das exigências da lei do bem-estar social para que as famílias com mais necessidades possam ter alternativas de encontrarem empregos. Desta forma, os estados iriam ter certa flexibilidade para poderem cumprir a lei. Porém, esta determinação causou intensa oposição do partido Republicano.

O legenda do ataque de Romney a Obama afirma que o presidente norte-americana “esvazia a reforma do bem-estar”. No anúncio da campanha do candidato republicano, um narrador afirma que os norte-americanos não precisam trabalhar e nem mesmo se empenhar em um emprego porque o governo apenas iria lhe enviar o cheque que contém os benefícios.