Publicado em: sexta-feira, 26/04/2013

Presidente sérvio pede perdão por massacre de bósnios em 1995

Presidente sérvio pede perdão por massacre de bósnios em 1995O presidente TomislavNikolicda Sérvia pediu perdão em nome do seu país por causa dos crimes que foram cometidos nas guerras que fizeram com que a da antiga Iugoslávia fossem divididas, e incluiu o massacre de Srebrenica, no ano de 1995.

Esta declaração ocorreu em uma entrevista dada para a TV pública Bósnia, que teve guerra junto aos iugoslavos entre os anos de 1992 até 1995. Nikolic diz que se ajoelhava para pedir que a Sérvia (que antes era parte da Iugoslávia) seja perdoada pelos crimes cometidos em Srebrenica. Ele disse ainda que pede perdão por crimes que, usando o nome do Estado deles, alguém do povo deles possa ter cometido.

O sérvio, porém não afirmou que este massacre era um genocídio, como aponta as Organização das Nações Unidas (ONU) que diz que tudo o que ocorria durante as guerras da antiga Iugoslávia tinham características de genocídio.

Alguns trechos da entrevista que o presidente sérvio concedeu para a TV BHT da Bósnia foram divulgados na quinta-feira (25). O resto só deve ser exibido no dia 7 de maio.

Nikolic já havia negado que este massacre de Srebrenicahavia sido genocídio, mesmo que tivesse reconhecido que o ato era um crime que não poderia ser justificado.

No mês de julho de 1995, poucos antes do fim da guerra, aproximadamente 8.000 homens muçulmanos foram mortos quando forças servo-bósnias, que eram o generalRatkoMladic liderava, tomaram Srebrenica, que fica na região do leste da Bósnia. No ano de 1993, a cidade tinha sido proclamada como uma zona protegida da ONU.

O Tribunal Penal Internacional das Nações Unidas e a Corte de Justiça Internacional, que ficam na cidade de Haia na Holandajá haviam reconhecido que o massacre se tratava de um genocídio.

O ex-generalMladic, esteve foragido por um período de 16 anos e chegou a ser capturado pela polícia da sérvia no ano de 2011 e foi julgado por uma corte de Haia por causa do massacre.

Nikolic foi eleito Presidente da Sérvia no ano passado, e isso despertoureceios na época, por causa do passado ultranacionalista que ele tem.Mesmo que ele tenha alterado a postura no ano de 2008 quando o país ingressou na União Europeia (EU na sigla em inglês).