Publicado em: quarta-feira, 14/09/2011

Presidente do Santos responde críticas de Rogério Ceni a Neymar

Luiz Álvaro Ribeiro, presidente do Santos, respondeu aos comentários que Rogério Ceni fez sobre Neymar. Em entrevista ao programa “Bem, amigos!”, o goleiro do São Paulo criticou o atacante, dizendo que metade das faltas que o santista sofre nos jogos são simulações. O são-paulino citou o último jogo do Peixe, contra o Cruzeiro, em que o jogador do time mineiro Fabrício foi expulso após falta em Neymar, em lance polêmico.

O presidente do Santos alegou que Ceni foi desrespeitoso e deselegante, e que o goleiro não assistiu ao jogo para fazer tais comentários. Ribeiro disse ainda que mandaria uma foto para o goleiro para mostrar os machucados na canela do santista, que segundo ele tinha hematomas e cicatrizes. Ele ainda aproveitou para dizer que a expulsão do atleta do Cruzeiro foi justa e não concordou com as críticas feitas durante o programa.

O presidente do clube criticou também o sistema de “rodízios para bater”, uma tática que alguns clubes usam para que vários jogadores cometam faltas sobre Neymar, evitando expulsões de marcadores por excesso de faltas. Ribeiro disse que essa estratégia prejudica o futebol talentoso, o chamado futebol arte.

Ribeiro acredita que Rogério Ceni fez as críticas por contas dos inúmeros gols de pênalti que sofre do atacante, com a famosa “paradinha”. O goleiro pediu para Fifa e CBF proibirem a técnica de cobranças e a jogada tornou-se irregular. O presidente santista foi irônico ao lembrar do episódio, dizendo que o Ceni ainda tenta entender o que aconteceu durante as cobranças.