Publicado em: terça-feira, 13/12/2011

Presidente do PT-SP acredita que Haddad vence no primeiro turno em 2012

O presidente estadual do PT, Edinho Silva, declarou que o ministro da Educação, Fernando Haddad, pré-candidato da legenda à prefeitura de São Paulo, está em um “inegável quadro de favoritismo” para a campanha de 2012, pois as recentes pesquisas mostram o ministro em 6º lugar. Uma pesquisa do Datafolha divulgada no domingo (4) mostra que Haddad conta com 3% a 4% das intenções de voto, percentual que o coloca em sexto ou sétimo lugar da disputa.

Junto a isso, Silva acredita que a influência de Lula sob 48% do eleitorado deve garantir a vitória a Haddad ainda no primeiro turno. Em um texto publicado no seu blog, Silva declarou “a pesquisa publicada pelo Datafolha no último domingo traz o inegável quadro de favoritismo do candidato do PT. A capacidade de [Lula] influir no voto hoje é muito próxima dos 50% mais 1, ou seja, do necessário para a construção de uma vitória no primeiro turno de um candidato identificado com Lula”.

Ao mesmo tempo, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, comemorou a pesquisa que mostra José Serra (PSDB) com 35% de rejeição dos eleitores. Falcão acredita que ele era o candidato “com mais chances” da sigla rival, mas os tucanos ainda não anunciaram quem é o pré-candidato oficial do partido.

No caso do PT, o ex-presidente Lula influenciou os integrantes do PT a desistirem das suas pré-candidaturas para que o caminho ficasse livre para Haddad. Até então, Marta Suplicy era o nome preferido do partido para vencer as eleições.