Publicado em: quarta-feira, 27/06/2012

Presidente Dilma lança pacote de estímulos ao investimento

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta quarta-feira (27) o lançamento de mais um pacote de medidas que tem como objetivo estimular o crescimento do nosso país. As medidas serão adotadas já que o governo federal está preocupado com o desempenho da economia em 2012, que está sendo influenciada pela crise internacional.

Na lista de medidas adotadas pelo governo federal está a que diz que os medicamentos que são produzidos no Brasil poderão ser adquiridos pelo governo, mesmo que os preços desses produtos sejam maiores do que os ofertados pelos fabricantes internacionais.

De acordo com as previsões do mercado, Produto Interno Bruto (PIB) deste ano irá crescer apenas 18% taxa que estaria menor do que o desempenho obtido no ano passado, já considerado ruim, quando houve um aumento de apenas 2,7% no PIB.

Essa medida visa fomentar as indústrias de medicamentos presentes em nosso país e ser mais um quesito no crescimento da economia brasileira. Uma medida semelhante deverá ser adotadas nas próximas semanas para máquinas e equipamentos, materiais de uso hospitalar e itens de alta tecnologia usados nos hospitais.

A margem de preferência para os itens produzidos no Brasil nas licitações públicas ainda não foi definida pelo governo federal, mas a expectativa é de que ela chegue a 20%. Essa margem já foi adotada em relação aos produtos têxteis e o que se espera é que ela seja repetida nesse caso. O governo brasileiro tem encomendado à indústria têxtil uniformes escolares e para as Forças Armadas como uma maneira de aumentar a demanda deste setor. A mesma prática desse ser adotada para outras áreas de produção.

As medidas foram anunciadas pela presidente durante um encontro dela com prefeitos de diversas cidades de todo o país, onde também foram assinados convênios para a compra de ônibus, móveis e material para as escolas, além da construção de novas escolas, quadras e creches.