Publicado em: quarta-feira, 03/07/2013

Presidente Dilma distribui guia de sobrevivência para ministros

Presidente Dilma distribui guia de sobrevivência para ministrosA presidenta Dilma Rousseff convocou reunião distribuiu a todos os ministros uma espécie de cartilha contendo informações básicas a respeito de cada uma das pastas. O objetivo é dar fim as entrevistas sem conteúdo, erradas e também munir os ministro não na defesa do governo, mesmo quando o assunto não se trate de sua pasta.

Os interlocutores da presidenta difundem que este documento é anterior e não tem relação de proteção aos protestos recentes, porém, ele já ganhou o apelido de “guia básico de sobrevivência” até por parte de ministros e outros dos interlocutores do governo.

Durante esta reuniao, Dilma pediu que ministros estudem o guia e tenham os dados na “ponta da língua”, pois este guia é o resultado de uma pesquisa realizada no Planalto onde as comunicações internas e externas estavam sendo apontadas como ruins e vazias de conteúdo.

Esta foi a terceira reunião ministerial neste governo de Dilma Rousseff e aberta a todos se pronunciarem, durou 39 ministros e 20 membros participaram, até indicando problemas de execução em programas. A presidenta ouviu atenta e respondeu que o governo mudará de posição para atender melhor a estas demandas.

Dilma deu entrevista a imprensa no intervalo desta reunião e anunciou que seu governo vai ampliar sua interlocução com parlamentares, Congresso e terá mais conferências inclusive com os setores e segmentos organizados, atentos para questão racial, mulheres, crianças e adolescentes.

Michel Temer, o vice-presidente da República ao lado de outros cinco ministros estiveram presentes esta semana no Congresso onde defenderam algumas das propostas de governo. O vice, Temer e Antônio Andrade, ministro da Agricultura fizeram uma reunião fechada com o PMDB.

Aloizio Mercadante, Ministro da Educação passou longas horas no plenário do Senado, conversando com senadores sobre a nova proposta onde royalties de petróleo serão destinados a educação. José Eduardo Cardozo, o Ministro da Justiça, entregou pessoalmente as sugestões que Dilma fez a respeito do plebiscito aos presidentes Henrique Eduardo Alves, da Câmara, Renan Calheiros, do Senado.

Ideli Salvatti, Ministra na Secretaria de Relações Institucionais, esteve com Renan Calheiros e líderes de partidos em reunião. Garibaldi Alves, o Ministro da Previdência esteve no Senado ao lado de Renan Calheiros em conversa sobre medidas e impactos na Previdência Social.