Publicado em: segunda-feira, 25/07/2011

Presidente Dilma decide demitir todos os diretores do DNIT e da Valec

A presidente Dilma Housseff anunciou nessa sexta-feira (22) em entrevista coletiva que todos os nomes nos cargos de diretores do Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (DNIT) e da Valec serão demitidos. Ao mesmo tempo, Dilma ressalta que não são todos os exonerados os culpados pelo escândalo do Ministério dos Transportes, mas que certas coisas precisam ser investigadas. Até o momento, o número de demitidos por causa das denúncias contra o Ministério chegou a 16.

Durante a coletiva, Dilma afirmou que “o que não está funcionando precisa começar a funcionar. O que estamos fazendo é obrigação do governo. Temos de ter mais eficiência. Temos que ter cuidado (nesses julgamentos) porque tem gente que é inocente. Existem algumas coisas que precisam ser investigadas.” Além disso, a presidente comentou que considera o termo “faxina”, empregado para fazer referência às mudanças no Ministério, inadequada para a situação.

Além disso, Dilma ressalta que todos os dirigentes do DNIT e da Valec serão substituídos independente da filiação partidária. Vários nomes que ocupavam esses cargos já foram demitidos ou exonerados. Antes dessa informação, o líder do PR na Câmara, Lincoln Portela, criticou o governo por estar alterando somente a estrutura da sua sigla dentro do Ministério.

Quando o então ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento (PR), foi exonerado, a presidente substituiu o representante da pasta sem levar em consideração as indicações feitas pelo partido. Mesmo prevalecendo um nome do PR no cargo de ministro, os líderes da sigla se ofenderam com a atitude da presidente de tomar as decisões que dizem respeito ao mesmo partido por conta própria.