Publicado em: quinta-feira, 29/05/2014

Presidente da Ucrânia vai assinar acordo com UE

Presidente da Ucrânia vai assinar acordo com UEA Ucrânia terá um novo presidente no mês de junho, quando Petro Poroshenko assume o poder em uma cerimônia de posse. Ele está disposto a assinar um acordo com a União Europeia (UE) de comércio histórico. As informações foram repassadas pelo gabinete na última quarta-feira, dia 28 de maio.

Algumas autoridades que fazem parte dos países da União Europeia temem que possa ter atraso na assinatura do acordo. Trata-se de um acordo de comércio que já vem sendo discutido há cerca de seis meses. O assunto esteve no centro das atenções da crise política do país. Isso porque o ex-mandatário Viktor Yanukovick se recusou a assiná-lo justificando que era favorável a uma maior aproximação com a Rússia.

Viktor Yanukovick decidiu ignorar a União Europeia e conseguir um resgate financeiro no valor de US$ 15 bilhões com a capital russa Moscou. Isso ocasionou uma série de manifestações em toda a Ucrânia que resultaram na deposição do líder.

Poroshenko é um bilionário detentor de uma marca de chocolate. Ele venceu o primeiro turno das eleições para a presidência de forma nunca vista antes. O pleito aconteceu no último domingo, dia 25 de maio. A promessa dele é alinha a ex-república soviética com a União Europeia. A Ucrânia é um país que tem hoje cerca de 45 milhões de habitantes.

O novo presidente não quer adiar a assinatura do acordo e quer fazê-la logo após tomar posse. Mas, a cerimônia ainda não tem data definida. Ao que tudo indica, deverá acontecer no meio do mês que vem. Um oficial da UE revelou que as autoridades ucranianas pediram mais tempo para planejar como irão proceder no acordo de comércio da UE, que inclui 28 nações.

Poroshenko precisa de um pouco de tempo para organizar os problemas internos que afetam a Ucrânia e não quer tomar decisões prematuras. Desde o fim das eleições, foi montada uma grande ofensiva militar para conter os separatistas pró-Rússia na cidade de Donetsk.