Publicado em: quinta-feira, 24/05/2012

Prejuízo em Pernambuco já está em R$ 400 milhões em função da seca

Pernambuco é um dos estados do Nordeste que mais está sofrendo com a seca no estado. 99 municípios decretaram estado de emergência em função da seca. Conforme explicou o secretário estadual de Agricultura, Ranilson Ramos, no total são 56 municípios do sertão e mais 43 no Agreste pernambucano. Os agricultores já esperam os prejuízos causados pela seca. Estima-se que as perdas cheguem a R$ 411 milhões, Segundo o secretário essa pode ser considerada como a pior seca dos últimos 50 anos, pois houve somente 25% do normal de chuva para o período dos últimos seis meses.

Estado também prevê queda no número de animais no campo

De acordo com o governo, o estado também está percebendo uma queda no número de animais do setor pecuário. Nos primeiros quatro meses deste ano houve uma queda de 120% a mais de saída de animais do que o mesmo período do ano passado. Isso mostra que o estado está perdendo o rebanho que está calculado em seis milhões de animais. O secretário disse que não há água nem pasto para os rebanhos, por exemplo. O presidente da Agência Pernambucana de Águas e Clima de Pernambuco (Apac), Marcelo Cauás Asfora, não há ainda como estimar os prejuízos, mas o impacto da seca também deverá afetar outros setores da economia.

Governo tenta resolver o problema da falta de água no estado

O governo está promovendo ações para que sejam construídas cisternas para acumular água da chuva para que sirvam para uso na área rural. Ela deverá ser armazenada e depois distribuída com carros-pipas. Além disso, a Secretaria de Agricultura de Pernambuco vai distribuir semente de produtos, como milho, para que as famílias possam enfrentar o problema da seca na região. Asfora também disse que há ações em andamento, mas que os resultados são em médio e longo prazo.