Publicado em: quinta-feira, 08/03/2012

Prefeitura de SP demite professores e diz ser vítima de fraude

Na tarde de ontem, quarta-feira (7), a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo confirmou a demissão de novo professores temporários e mais dez concursados por falsificação de diplomas. São as primeiras demissões desde o começo da atual gestão, no ano de 2009. De acordo com a Secretaria, a maioria dos profissionais dispensados chegou a trabalhar somente alguns meses na rede pública de ensino.

A Secretaria de Educação do município se afirma “vítima” de fraude por parte dos professores, informando também, que agora adota uma série de medidas de segurança para evitar que alguém consiga ingressar na rede pública de ensino apresentando documentação falsa. Os casos em questão serão denunciados ao Ministério Público e à polícia, além de demitidos os falsos professores.

Entenda o caso

De acordo com uma revelação feita pelo jornal o Estado de S. Paulo, dezenove professores de escolas públicas de São Paulo apresentaram diplomas fraudados à Prefeitura para poder dar aulas no sistema público de ensino. Todos foram expulsos pela Secretaria de Educação.

Seis desses casos foram registrados ainda este ano. No ano passado, 2011, foram registradas oito fraudes. A maioria atuou por poucos meses dentro do sistema de ensino, mas há casos de quem deu aula com a apresentação de documentação falsa por até três anos.

Entre os casos que foram apurados pelo jornal o Estado de S. Paulo, dez deles são profissionais da educação concursados e nove assumiam a vaga temporariamente. Todas as fraudes foram descobertas pela secretaria de educação. Em algumas situações, os professores chegaram até a apresentar títulos falsos para subir na carreira. Os profissionais até possuíam habilitação, mas tentavam entrar em novos cargos e salários com outro diploma.
O advogado Adib Kassouf Sad, presidente da Comissão de Direito Administrativo da OAB-SP afirmou que os casos divulgados são apenas uma porção da realidade do sistema público de educação no município.