Publicado em: segunda-feira, 28/05/2012

Pré-candidato do PPS de Recife diz que ‘são todos contra o PT’

Em função do desgaste gerado com as prévias do PT em Recife, o Partido Popular Socialista (PPS) faz união com outros partidos com o objetivo de ganhar a prefeitura da capital pernambucana em outubro. Uma reunião realizada no final de semana decidiu que o ex-deputado Raul Jungmann será o candidato a prefeito pelo partido. O vice será um membro do PMN que ainda não foi decidido. Segundo o pré-candidato, os partidos vão se unir para tirar o PT do comando da prefeitura. De forma geral, o cenário eleitoral na cidade é de todos os partidos contra o PT.

Todos os partidos fazem parcerias e alianças contra o PT, diz Jungmann

Segundo Jungmann, não há possibilidade alguma de união entre o PPS e o PT. Segundo o candidato, há uma chance imperdível de outros partidos ganharem a prefeitura. Ele admitiu ainda que os outros partidos fizeram um pacto de independente de quem vai para o segundo turno, haverá apoio dos demais para vencer o PT. O problema ocorrido nas prévias fez com que o partido perdesse boa parte da sua legitimidade. A executiva nacional do partido anulou a disputa interna ocorrida no dia 20 e resolveu fazer outra disputa, agora sendo coordenada pelo diretório nacional. Os principais candidatos da disputa interna é o atual prefeito João da Costa e o deputado federal Mauricio Rands. Na nova prévia 2,5 mil filiados que estão irregulares não participarão da votação que está agendada para ocorrer no dia 3 de junho. Na previa que foi invalidada, João da Costa venceu com 51,9% dos votos, no entanto o problema foi sobre o número de filiados aptos a votar. Em função disso o PT nacional não homologou o resultado e deve fazer uma nova disputa agora apenas com os filiados regularizados. Em função desses problemas internos, o PPS está confiante de que pode levar o comando da prefeitura em outubro. Está agendada para o dia 30 de junho, a convenção que confirmará sua candidatura.