Publicado em: segunda-feira, 20/01/2014

Pouco tempo de preparação não preocupa Autuori no Galo

De todos os técnicos já contratados para a disputa da temporada de 2014 do futebol brasileiro, Paulo Autuori é o que terá menos tempo de preparação com a equipe. Além de ser novo no Atlético-MG (o treinador foi contratado após a saída de Cuca, durante o Mundial de Clubes), o técnico terá de esperar mais tempo para começar seus trabalhos. Isso porque o Atlético-MG participou do Mundial de Clubes de 2013, o que fez com que os atletas iniciassem as férias apenas no dia 21 de dezembro e, por consequência, retornassem mais tarde aos treinos em 2014.

Por isso, o Galo terá de fazer uma pré-temporada curtíssima, até mesmo para os padrões do futebol brasileiro. O Atlético-MG, diferente de todos os outros clubes da primeira divisão do futebol brasileiro, ainda não iniciou sua preparação para a temporada. E, já no próximo domingo, dia 26 de janeiro, a equipe estreará no Campeonato Mineiro.

Pouco tempo

Apesar desta situação atípica, Paulo Autuori não se diz preocupado. Segundo o treinador, quando ele aceitou substituir Cuca, já tinha consciência de que a preparação para a temporada seria diferente. Por isso, o técnico não quer correr o risco de utilizar o pouco tempo de preparação como desculpa para eventuais resultados negativos.

Recém-chegado ao Galo, Autuori fez diversos elogios à estrutura da equipe. A contratação do treinador foi vista com um pouco de desconfiança por parte da torcida alvinegra, por duas razões principais: primeiro, o desempenho irregular de Autuori na última temporada; segundo, pela natural rivalidade com o Cruzeiro. Autuori treinou a Raposa em 1997, levando a equipe a uma histórica conquista da Libertadores.

Defesa

Apesar das diversas críticas que tem recebido antes mesmo de iniciar seu trabalho, Paulo Autuori conta com um apoio de peso: Alexandre Kalil, presidente do Galo, que bancou a contratação do treinador mesmo sem o apoio maciço dos dirigentes do Galo.

Antes mesmo de ser questionado sobre a performance de Autuori em 2013, Kalil se antecipou na entrevista coletiva de apresentação do novo treinador, afirmando que, em 2013, somente dois técnicos se destacaram: Cuca e Marcelo Oliveira. O primeiro, no próprio Galo, conquistou a Libertadores inédita para o clube. Marcelo Oliveira, do rival Cruzeiro, foi campeão brasileiro com folga.

De resto, Kalil se referiu a treinadores como Abel Braga, Luxemburgo, Tite e Mano Menezes como “fiascos”. O presidente alvinegro reconheceu que Autuori teve um ano ruim, mas considerou que isto é uma coisa natural no futebol.

Início dos trabalhos

Autuori terá, de fato, um longo caminho a percorrer para melhorar a imagem como treinador. A torcida ainda sente a falta de Cuca, que levou o clube à sua glória máxima. Em contrapartida, Autuori teve passagens em 2013 pelo Vasco (que acabou rebaixado no final do Brasileirão) e São Paulo (onde teve um aproveitamento baixíssimo e foi rapidamente substituído por Muricy Ramalho).

Os treinamentos do Galo serão retomados no próximo dia 20, quando todo o elenco alvinegro deve se reapresentar. Autuori deve utilizar reservas em boa parte do Campeonato Mineiro, devido à disputa paralela da Libertadores.