Publicado em: domingo, 29/09/2013

Portuguesa x Corinthians: Em queda, Timão joga o clássico paulista em Campo Grande pelo Brasileirão 2013

Brasileirão 2013Em queda na tabela do Campeonato Brasileiro devido aos recentes resultados, o Corinthians fará o clássico regional contra a Portuguesa, em ascensão na competição, neste domingo (29), às 16 horas, no Estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, em Campo Grande (MS). O mando de campo é da Lusa, que preferiu transferir o local da partida para arrecadar fundos. O time rubro-verde é o 14º colocado com 28 pontos ganhos, enquanto o Timão está na 11ª posição com 31 pontos conquistados.

Caso consiga vencer, a Lusa ultrapassará o Alvinegro na tabela de classificação. Nesse caso, o time rubro-verde chegaria aos mesmos 31 pontos do adversário, mas teria um maior número de vitórias (oito contra sete).

O técnico Guto Ferreira terá um grande desfalque para o clássico paulista. O atacante Diogo teve de passar por uma cirurgia de apendicite e não tem previsão de retorno. Por outro lado, Gilberto volta ao time após ficar de fora do confronto com o Internacional, no último domingo (22), por conta de uma cláusula contratual, mesmo caso do goleiro Lauro, que retorna na vaga de Gledson. Outra ausência é do lateral direito Luís Ricardo, que cumpre suspensão automática por causa do terceiro cartão amarelo. Com isso, Ivan será titular no lado direito.

Tite não deve fazer mudanças, mas ainda não tem confirmada escalação de seus meias

No Corinthians, o técnico Tite deve manter a mesma escalação do time que empatou sem gols com o Grêmio na última quarta-feira (25), no Estádio do Pacaembu, pela Copa do Brasil. A tendência é que Danilo permaneça entre o time. Caso persistam as dores na coxa direita, o jogador deve ser substituído por Romarinho. Com cansaço muscular, Douglas também pode ser poupado para a entrada de Alexandre Pato.

Quam apitará a partida será o árbitro Raphael Claus, que contará com o auxílio de Danilo Ricardo Simon Manis e de Bruno Salgado Rizo. O trio de arbitragem é de São Paulo.