Publicado em: quinta-feira, 15/09/2011

Portugal volta a gerar postos de empregos pela primeira vez após dois anos

Dados divulgados hoje pela Eurostat afirmam que Portugal criou mais de 0,1% de empregos no segundo trimestre, comparado ao anterior. Esse fato positivo não ocorria no país desde final do ano de 2009. A criação de empregos tinha parado ou recuado nos meses anteriores.

A economia portuguesa também gerou 0,1% de postos. Assim, confrontando dados do mesmo período do ano passado, a evolução continua, mas não de maneira positiva. Isso porque, segundo dados da Eurostat, Portugal criou menos 0,8% no segundo semestre comparado ao mesmo período do ano anterior. Porém, o país dá indícios de melhora da criação de empregos.

A criação de postos de trabalho aumentou aproximadamente 0,4% em toda zona do euro. Já na União Européia, esse falou fica em 0,2% e 0,3%. Os vinte e sete países da União Européia, de acordo com dados do gabinete de estatísticas europeu, empregavam 223,4 milhões de pessoas, no final de junho.

Dessas, 147 milhões fazem parte dos países da zona do euro. Assim, ao contrário dos demais países, Portugal retrocedeu na criação de novos postos de trabalho, porém tem melhoras comparada aos anos anteriores.