Publicado em: quarta-feira, 10/04/2013

Portal do Emprego auxiliará recém formados na busca por colocação no mercado de trabalho

Portal do Emprego auxiliará recém formados na busca por colocação no mercado de trabalhoO CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico estará lançando nos próximos dias o projeto Portal do Emprego que beneficiará recém formados, auxiliando-os a encontrar colocação no mercado de trabalho. Sendo elo entre o novo profissional e empresas privadas. O anuncio foi feito nesta terça-feira, 09 de abril, pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp.

O projeto visa aproximar as ofertas e demanda por profissionais qualificados criando oportunidades para que jovens recém formados possam ocupar vagas em sua área de atuação logo depois da conclusão da graduação.

O portal contará com oportunidades de trabalho em aproximadamente 30 empresas parceiras. Ao fazer o cadastro o candidato receberá ofertas de vagas em aberto dentro do seu perfil. O sistema também oferecerá um chat de interação direta entre contratante e futuro contratado.

O recém formado e o mercado de trabalho

O mercado de trabalho exige cada vez mais experiência dos recém formados, dificultando o ingresso imediato dos jovens diplomados em postos de trabalho para os quais se qualificaram. Obrigando os novos profissionais a buscarem vagas em outras regiões e até mesmo especializações fora do país.

Segundo especialistas os recém-graduados devem estar sempre atentos ao mercado não apenas aguardando por oportunidades, mas buscando-as. Estar atento aos detalhes também é diferencial em tempos de competitividade, pois é momento da construção da imagem e credibilidade diante da empresa contratante.

Os profissionais já colocados, mas que ainda não atuam efetivamente em sua área de atuação precisa estar conectado aos processos de seu departamento e também às pessoas para identificar oportunidades dentro da organização ou avaliar se é a hora de buscar algo fora. O pior erro de quem já tem o diploma em mãos é acomodar-se com tarefas menores ou que não tenham tanta relevância dentro de sua área de formação, por serem mais fáceis e mantê-los longe e seguros do confronto com o mercado de trabalho.