Publicado em: quinta-feira, 30/01/2014

Porta-voz garante que Schumacher está em processo de sair do coma

Schumacher está em processo de sair do comaA porta-voz do heptacampeão mundial de Fórmula 1, Michael Schumacher, admitiu nesta quinta-feira (30), que o ex-piloto está em processo de sair do coma no Hospital de Grenoble, na França. Na última quarta-feira (29), o jornal francês, L’Equipe, postou a informação, mas Sabine Kehm, havia dito que aquilo se tratava de uma especulação.

Agora, Sabine Kehm garantiu que houve uma redução gradual nos medicamentos de sedação de Schumacher e explicou que a família do ex-piloto e seus médicos, divulgariam a notícia somente quando todo o procedimento fosse concluído. Como a informação chegou à imprensa, a assessoria preferiu confirmar, ao invés de negá-la novamente.

O processo da retirada de sedação dura de duas a quatro semanas em média. De acordo com Kehm, não haverá informações sobre o estado de saúde de Schumacher no decorrer do procedimento, em etapas intermediárias, mas sim apenas quando o alemão acordar do coma.

Na última quarta-feira (29), Schumacher completou um mês internado em Grenoble. O acidente aconteceu no dia 29 de dezembro de 2013, na estação de esqui da cidade de Méribel, localizada na região sudeste da França, quando o ex-piloto bateu a cabeça em uma rocha. Desde aquele dia, a família de Schumi pede privacidade, através da porta-voz.

Desta vez, Sabine Kehm declarou que a família de Michael Schumacher agradeceu todas as manifestações de carinho por todo o mundo, mas por outro lado, voltou a pedir privacidade em relação a ela própria, e também aos médicos do alemão. No dia 7 de janeiro, a esposa Corinna havia pedido para que a imprensa se retirasse do local.

Ex-companheiros e rivais da Fórmula 1 prestaram homenagens a Schumacher

Ex-companheiros de Michael Schumacher na Ferrari, os brasileiros Rubens Barrichello e Felipe Massa demonstraram apoio ao alemão com mensagens de força, assim como os antigos rivais na Fórmula 1, como o espanhol Fernando Alonso e o finlandês Mika Hakkinen. Quem também mandou recado a Schumi foi seu compatriota, o atual tetracampeão mundial Sebastian Vettel.