Publicado em: sábado, 17/09/2011

Porta-voz do CNT afirma que insurgentes conseguiram entrar em Bani Walid, reduto fiel a Kadafi

Os rebeldes combatentes favoráveis ao Conselho Nacional de Transição (CNT) na Líbia começaram nova ofensiva militar em direção às regiões que ainda estão sob controle das forças militares de Muamar Kadafi, ex-ditador do país. Nesta sexta-feira (16), as tropas do CNT entraram na cidade de Bani Walid, localizada a 170 km na direção sudoeste de Trípoli. Agora os rebeldes tem como objetivo entrarem nas regiões ainda sob o controle de Kadafi, locais que podem estar abrigando o ex-líder do país.

De acordo com um porta-voz do CNT, Mahmud Shammam, “os revolucionários entraram em Bani Walid e a situação será resolvida esta noite”. De acordo com Shammam, o CNT ainda não tem mais informações sobre a situação dos rebeldes em Bani Walid. A ofensiva contra Bani Walid acontece em meio às visitas dos chefes de estado de países que reconheceram o CNT, sendo que o primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, chegou à Líbia também na sexta-feira.

No dia anterior, o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, e o presidente francês, Nicolas Sarkozy, prestaram as primeiras visitas oficiais ao governo interino da Líbia, promovido pelo CNT, e participaram de um encontro. As visitas mostram o apoio da comunidade internacional para que o CNT consolide o novo governo.

No mundo árabe, Erdogan é visto com muita popularidade, sendo que a primeira fase da sua viagem foi passar pelo Egito, onde foi recebido como herói. Além disso, Erdogan chegou procedente da Tunísia, país onde começou a primavera árabe. Recentemente, a Turquia teve suas relações com Israel estremecidas depois da divulgação de um relatório da ONU sobre um ataque de 2010.