Publicado em: sexta-feira, 22/06/2012

População paraguaia fica dividida quanto a apoio ao presidente Lugo

População paraguaia fica dividida quanto a apoio ao presidente LugoA população paraguaia está dividida sobre a situação política do atual presidente Lugo. Todos estão em posição de alerta com a crise que pode chegar ao país depois da aprovação de uma inesperada proposta de impeachment acionada contra o presidente Fernando Lugo depois de um conflito entre policiais e cidadãos no interior do país, próximo à fronteira com o Brasil. Está agendado para hoje o seu julgamento pelo Senado paraguaio. Segundo Gustavo Marecos que é um economista paraguaio, a opinião das pessoas sobre os próximos passos da política no país estão dividida. Ele ressaltou que há pessoas que vão apoias o presidente, enquanto outras não vão apoiar. Ele disse também que a população está dividida também com relação aos possíveis protestos que ocorrerão ao longo do dia.

Capital do país tem dia anormal ontem em função do processo político

O economista informou que ontem a capital estava voltada ao processo político, pois o comercio fechou mais cedo e os funcionários das instituições públicas saíram no meio da tarde. Ele informou ainda que há policiais e militares na área do Palácio do Governo para evitar manifestações violentas. Segundo ele, ontem não foi um dia comum para o país.

Conflito é motivo de abertura de processo político contra presidente Lugo

A abertura do processo de impeachment político contra o atual presidente paraguaio foi motivado por um conflito entre camponeses e a polícia que aconteceu na última sexta-feira, dia 15 de junho. O conflito ocorreu em uma fazenda do Nordeste do país, próximo à divisa com o Brasil. Durante o enfrentamento, houve a morte de 17 pessoas, sendo policiais e também camponeses. Embora tenha sido um acontecimento localizado, o sentimento de todo o país está abalado, disse o economista. Segundo ele a tristeza ronda todo o país desde sexta-feira, quando ocorreram as mortes. O processo de impeachment está sendo liderado pelo partido de oposição ao presidente, o Colorado. A votação feita ontem em favor do impeachment foi de 76 votos contra 1.