Publicado em: sábado, 31/03/2012

Polícia mineira prende suspeito de ter participado do roubo ao Banco Central de Fortaleza

Nesta sexta-feira (30), a policia de Belo Horizonte, Minas Gerais, apresentou Rubens Ramalho de Araújo, de 48 anos, que está entre os dez maiores assaltantes de banco do Brasil. Mais conhecido por “Rubão”, ele é acusado de ter participado do assalto ao Banco Central. O suspeito foi detido na cidade de Palmas, no Tocantins, na última quarta-feira (28).

De acordo com informações da corporação, existem 19 mandados de prisão contra o Rubão, que estava sendo procurado em dez estados brasileiros e seria um dos principais participantes do assalto ao Banco Central, que aconteceu no ano de 2005, na cidade de Fortaleza. Pelo ato criminoso, Rubão teriam embolsado cerca de R$ 5 milhões na divisão do roubo.

Segundo as investigações, a quadrilha que foi comandada pelo suspeito se especializou em assaltos a bancos e carros-fortes, atuando principalmente na região do Nordeste. Os crimes do grupo caracterizam-se pela forte violência e também pela utilização de armamento pesado. A policia informou também que Rubão é acusado de roubar o shopping Iguatemi, na cidade de São Paulo, de onde levou R$ 500 mil de um carro-forte.

As investigações a respeito do paradeiro da quadrilha se iniciaram há cerca de dois anos, a partir de informações que foram repassadas através da Delegacia Regional de Uberaba, localizada no Triângulo Mineiro, de onde, o grupo de criminosos teria arquitetado um grande assalto, que acabou não se concretizando.

Rubão foi transferido até a penitenciária de segurança máxima Nelson Hungria, na cidade de Contagem, que fica na região metropolitana de Belo Horizonte. Contudo o delegado responsável pelo caso ainda não sabe informar se existe a possibilidade de ele ser encaminhado até um presídio federal.