Publicado em: quinta-feira, 23/02/2012

Polícia Militar ensina como um oficial deve se comportar em uma rede social

A Polícia Militar de São Paulo resolveu orientar seus oficiais que utilizam redes sociais como Twitter, Facebook, Orkut, Flickr, entre outros, através de uma espécie de manual.

De acordo com o comandante-geral, o coronel Álvaro Batista Camilo, as orientações tem como objetivo garantir a “segurança do policial e da sua família, preservar a imagem da Polícia Militar” e prevenir incidentes que poderão provocar investigações sobre o comportamento do oficial, causando até mesmo sanções administrativas e penais.

O comandante-geral informou que as normas não são obrigatórias, mas são dicas para orientar e prevenir casos que já aconteceram. Ele exemplifica contando sobre um cabo que sofreu ameaças de criminosos que o encontraram na rede social Facebook e descobriram, através da página, em qual escola sua filha estudava. As orientações servem como prevenção não apenas para a instituição, mas também para o oficial e sua família.

Orientações transmitidas para o uso das redes sociais

Entre as orientações dadas, então pensar muito bem antes de publicar qualquer conteúdo em sua página; alertar que tudo ficará registrado e poderá ser utilizado contra a pessoa na Justiça; não expor a família e a corporação; não colocar informações que possam localizá-lo, como viagens; não dizer que saiu para algum compromisso; não adicionar pessoas desconhecidas; não colocar fotos de itens de valor que atraiam a atenção dos criminosos, como carros.

As recomendações foram enviadas para os policiais por e-mail, mas também estão disponíveis nas redes sociais da Polícia Militar e no perfil do comandante-geral no Facebook. Camilo afirma que, muitas vezes, a pessoa acredita estar conversando com algum amigo e fala pequenas coisas que poderão prejudicá-la pessoalmente ou até mesmo a própria corporação. O comandante-geral incentivou o uso das redes sociais para a divulgação de informações sobre a instituição, e a PM paulista faz uso institucional dos sites.