Publicado em: quarta-feira, 11/07/2012

Polícia Federal faz a apreensão de 36 mil comprimidos de ecstasy em aeroporto do Rio de Janeiro

Pelo menos 36 mil comprimidos deecstasy foram encontrados pela Polícia Federal durante uma operação de rotina na madrugada desta quarta-feira (11) no Aeroporto Tom Jobim, mais conhecido como Galeão, no Rio de Janeiro. A droga estava sob a pose de um estudante carioca que não teve a sua identidade divulgada. Ela estava voltando de Madri, na Espanha, com os comprimidos.

A droga estava escondida em um fundo falso de uma das malas do estudante. Ele tem 25 anos de idade e foi preso e agora responderá por tráfico internacional de drogas após ser pego em flagrante. Segundo a PF, o rapaz ficará preso no sistema penitenciário até a data do seu julgamento. Além de pagar uma multa estipulada pela Justiça, a pena nesses casos varia entre cinco a 15 anos de prisão.

De acordo com as informações fornecidas pela Polícia Federal, essa é a segunda maior apreensão que a instituição já fez desse tipo de droga neste ano. A assessoria da PF ainda diz que somente neste mês de julho, já foram confiscados mais de 8 mil comprimidos de ecstasy que estavam com brasileiros que vinham da Europa e tentavam desembarcar com a droga no Brasil. Cada comprimido custaria em torno de R$ 50, de acordo com as estimativas feitas pela Receita Federal.

A maior apreensão de ecstasy foi registrada no último dia 2 de julho, quando a Polícia Federal encontrou aproximadamente 46 mil comprimidos da droga no aeroporto do Galeão, que está localizado na zona norte do Rio de Janeiro. Os comprimidos também estavam com uma jovem brasileira que não teve nem seu nome, nem sua idade divulgados pela PF. Ela estava voltando de Lisboa, em Portugal, para a capital fluminense.