Publicado em: quinta-feira, 29/12/2011

Polícia do Rio adota novas diretrizes em operações contra jogo do bicho

Nesta quarta-feira, dia 28 de dezembro, a chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, a delegada Martha Rocha, anunciou em uma portaria, novas diretrizes que devem ser adotadas nas operações contra o jogo do bicho. Segundo a publicação, os apostadores do jogo deverão ser presos. Ainda na quarta-feira, a Polícia Civil prendeu 21 apostadores e recolheu dinheiro e máquinas.

Segundo a mudança, o flagrante de apostadores resulta na prisão, sendo que apostar no jogo do bicho é considerado crime contra a economia popular quando existe a manipulação dos resultados. Diversas ações policiais com o objetivo de oprimir o jogo conseguirem obter informações sobre a fraude e manipulação dos resultados.

Com estas informações, a nova diretriz foi desenvolvida para aumentar a luta contra a infração. Isso porque a soma das pelas pelos crimes de contravenção e contra a economia popular não aceita a aplicação da Lei 9.099/95, onde não acontece a prisão dos crimes considerados de menor potencial ofensivo.

Segundo a determinação, o delegado responsável deverá recolher o depoimento dos suspeitos e avaliar se existe a manipulação dos resultados do jogo. Depois disso, aqueles que estavam apostando são presos em flagrante. Antes da medida, os apostadores eram somente autuados por contravenção penal e eram liberados na sequência.