Publicado em: quinta-feira, 02/05/2013

Polícia de Boston prende outros três suspeitos de atentado em Maratona de Boston

Polícia de Boston prende outros três suspeitos de atentado em Maratona de BostonOutras três pessoas acusadas de participarem do atentado na Maratona de Boston chegaram a ser presas durante esta quarta-feira (1º). Esta informação foi apontada pelo Departamento de Polícia da cidade de Boston, através da conta do Twitter.

As informações preliminares que foram difundidas na mídia norte-americana informam que os novos suspeitos colaboraram com os irmãos Dzhokhar Tsarnaev, e Tamerlan Tsarnaev, para montar as duas bombas que foram detonadas próximo à linha de chegada da prova, que ocorreu no dia 15 de abril. Este ataque fez com que três pessoas fossem mortas e 264 outras ficassem feridas.

Dois dessas três novas pessoas suspeitos são do Cazaquistão e eram colegas de aula de Dzhokhar. Eles são acusados de terem escondido uma mochila que foi utilizada no ataque e assim colaborado com o jovem tchetcheno. Fontes na polícia apontaram para a Associated Press que os dois jovens cazaques tinham sido detidos com a suspeita de que haviam violado os termos dos vistos norte-americanos.

Segundo aponta a rede de TV norte-americana CNN, estes dois novos suspeitos estão próximos a Dzhokhar em uma foto durante uma visita que eles fizeram para Times Square, na cidade de Nova York. Segundo aponta o prefeito Michael Bloomberg da maior cidade norte-americana, o tchetcheno já havia confessado para a polícia que ele e o irmão estavam querendo ir para Nova York para que fizessem um novo ataque para festejar o sucesso do primeiro.

Os dois jovens cazaques chegaram a ser identificados como sendo Azamat Tazhayakov e Dias Kadyrbayev, e ambos tem 19 anos. O outro suspeito é o cidadão norte-americano Robel Phillipos e não há informações de qual seria a relação dele com este caso.

O jornal Wall Street Journal disse durante a segunda-feira (29) que os investigadores haviam encontrado um DNA de uma mulher em ao menos uma bomba utilizada nestes ataques.