Publicado em: segunda-feira, 05/05/2014

Polícia começa investigações acerca da morte do torcedor no Recife

Polícia começa investigações acerca da morte do torcedor no RecifeNo último sábado (3), a Polícia de Pernambuco deu início às investigações sobre a morte do torcedor do Sport Paulo Ricardo Silva, de 26 anos, que foi morto após ser atingido por um vaso sanitário que foi arremessado do Estádio do Arruda, na Zona Norte do Recife. Imagens foram capturadas na área de fora do estádio logo após o jogo entre Paraná e Santa Cruz, pela série B do Brasileirão, elas registraram o momento exato que o objeto foi arremessado.

Depois do ocorrido, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), decidiu que iria suspender a realização de jogos no estádio. Segundo uma nota que foi publicada pelo site da entidade, o estádio estará fechado até que a análise do STJD seja feita. De acordo com o presidente do Santa Cruz, Antônio Luiz Neto, a segurança prevista no jogo, havia sido feita com toda a prudência, e que o clube foi vítima dessa fatalidade que chocou a cidade.

Feridos

O primeiro a prestar depoimento para a polícia foi um menor de idade, que usou as redes sociais para postar mensagens, ‘comemorando’ a morte do torcedor. Com algumas informações obtidas, é possível perceber que ele fazia parte de uma torcida organizada do Santa Cruz. O menor este presente no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e foi liberado logo em seguida. Além da morte do torcedor, outras três pessoas ficaram feridos com a queda dos vasos sanitários.

Entre eles, um jovem de 21 anos que continua internado no Hospital Getúlio Vargas (HGV), no Recife, seu estado de saúde é estável, mas precisará passar por cirurgia na perna, porque fraturou a tíbia. Já a segunda vítima já recebeu alta e está em casa, não foram obtidas mais informações sobre seu estado de saúde atual.