Publicado em: quinta-feira, 14/08/2014

Polícia Cívil passa a investigar possibilidade de homicídio culposo na queda da aeronave que levava Eduardo Campos

Polícia Cívil passa a investigar possibilidade de homicídio culposo na queda da aeronave que levava Eduardo CamposAs investigações em torno da tragédia que chocou o país na manhã dessa quarta-feira (13) e levaram a morte do presidenciável Eduardo Campos e outras seis pessoas, foram iniciadas. De acordo com o Secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella que está em Santos, litoral de São Paulo, para ajudar na apuração do acidente aéreo, os trabalhos que estão sendo feitos pelo Corpo de Bombeiros continuam no local do acidente e ainda não há previsão de quando pode terminar. Não há previsão porque pedaços dos corpos estão espalhados pelo local e esse material só está sendo recolhido conforme a liberação do espaço pela aeronáutica. Todos os corpos das vítimas serão analisados em São Paulo, a identificação será feita por meio de exame de DNA.

Além disso, foi aberto um inquérito pela Polícia Civil para analisar que houve algum indicio de crime de homicídio culposo, entretanto, as investigações andam em ritmo lento porque são dependentes das conclusões que serão entregues pela aeronáutica. Grella completa informando que felizmente não houveram vítimas fatais de solo, algumas pessoas ficaram feridas, foram encaminhadas para a Santa Casa da região e passam bem.

Geraldo Alckmin

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), também está em Santos e se pronunciou dizendo que lamenta muito pelo acidente. O peemedebista afirmou que o país perdeu um grande homem e liderança política e hoje, deixa seus sentimentos em nome de todos e à família de Eduardo Campos. Alckmin elogiou-o como um jovem promissor e que tinha muito a contribuir, conta também que por meio de Marcio França pode conhecer melhor Eduardo, pelo qual tinha muita admiração. O governador foi até a cidade litorânea após saber da morte de Campos. Segundo ele, todos se depararam com uma tragédia que entristece todo o país.