Publicado em: terça-feira, 06/09/2011

Polícia australiana resgata menina de 12 anos supostamente sequestrada pelo pai

A menina de 12 anos usada como refém por um homem que supostamente estava carregando explosivos foi resgatada pela polícia local nesta terça-feira (06). As informações a respeito da menina e do homem dão a entender que o sequestrador seria seu pai e que o motivo para segurar a menina seria uma briga pela custódia da jovem. O sequestro durou cerca de 12 horas dentro de um prédio de um complexo judiciário em Sydney.

O prédio no qual os dois estavam foi isolado na manhã desta terça-feira pela polícia para que a operação de resgate fosse iniciada. O homem entrou em uma das salas do prédio sem pedir autorização e gritando que estaria carregando uma bomba dentro da sua mochila. A testemunha que presenciou o momento em que o suposto pai entrou no edifício foi uma das secretárias do local, Betty Hor. Logo quando chegou, o homem teria exigido a Hor que ela chamasse um outro funcionário do local e o promotor, afirmando “diga a ele que levo uma bomba na mochila”.

Quando conseguiram resgatar a menina, a polícia informou que as negociações falharam e que eles tiveram que fazer alguma coisa para recuperar a refém. De acordo com as informações da polícia, o homem foi preso e a menina não se feriu durante a operação.

Na sequência, a garota foi levada a um hospital por uma ambulância e especialistas em explosivos vasculharam o local para tentarem identificar se ainda existia alguma ameaça. Segundo informações da mídia local, a menina teria sido levada do prédio enquanto gritava “é o meu pai”.