Publicado em: sexta-feira, 13/07/2012

Petrobras fará reajuste de 6% no preço do diesel nas refinarias

Na próxima segunda-feira, dia 16 de julho, a Petrobras irá fazer o reajuste do preço do diesel. O valor desse reajuste aplicado nas refinarias será de 6% e tem como objetivo diminuir a defasagem do diesel em relação ao mercado mundia.

De acordo com um comunicado emitido pela Petrobras na quinta-feira, 12 de julho, para o consumidor final, o aumento no preço do diesel será de cerca de 4%. No entanto, a estatal não explicou na nota divulgada quais seriam os motivos do reajuste nas bombas ser menor do que nas refinarias.

Na nota, a Petrobras diz que o reajusto foi definido levando em conta a política de preços praticadas pela companhia, que visa adequar os preços dos combustíveis derivados aos que estão sendo praticado no mercado internacional.

O reajuste no diesel é o segundo feito no país em menos de um mês. No último dia 22 de junho, a Petrobras anunciou o aumento de cerca de 4% no valor do diesel e de 7,83 % nas refinarias. Os novos valores começaram a valer no dia 25 de junho, mas por conta de uma manobra do governo federal, que cortou o juros dos combustíveis, o reajuste não foi repassado para os consumidores. Para isso, o governo federal cortou a alíquota da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) que incide nos preços do diesel e da gasolina.

Mesmo com os dois reajustes, o preço do diesel no Brasil continua em defasagem quando comparado com os preços que são praticados nos Estados Unidos.

No final do mês de junho a empresa já tinha informado que faria ações que buscariam a equivalência nos preços dos combustíveis que são cobrados no mercado nacional e no mercado internacional nos próximos anos para que seu caixa fosse reforçado e que assim os investimentos da Petrobras fossem impulsionados.