Publicado em: sexta-feira, 02/09/2011

Pesquisadores desenvolvem raio laser que pode induzir formação de chuva

Pesquisa realizada em conjunto por cinco instituições europeias mostra que é possível fazer com que chova ao usar um aparelho de raio laser. O resultado do estudo foi publicado na revista Nature Communications e os experimentos foram realizados entre 2009 e 2010. Nesse período, os cientistas conseguiram comprovar a possibilidade de criar gotículas d’água sem que elas evaporassem. Com isso, o laser também pode ser usado para induzir a formação de chuvas.

A publicação também sugere que esse novo método pode substituir a ténica utilizada atualmente, que tem sido a mesma nos últimos 70 anos. Para conseguir o mesmo efeito da indução de chuvas, hoje a opção empregada e a de bombardear a atmosfera com gelo seco ou pela emissão de sais. Porém, justamente pela eficiência que esses métodos garantem no objetivo almejado, agora discute-se a viabilidade de substituição por outra técnica. Por isso, os pesquisadores afirmam que tais alternativas “ainda são objeto de debate”.

De acordo com as informações dos autores, o laser funciona contanto que a umidade relativa do ar esteja superior a 70%. Quando as condições estão adequadas, o laser induz a condensação e o crescimento das gotas de água. Durante o experimento, os pesquisadores perceberam que o laser desenvolveu partículas de ácido nítrico, componente que atuou como agregador da água.

O local escolhido para realizar o experimento foi em Genebra, perto do rio Reno, com a justificativa que o local tem fluxo de ar mais quente. Em ambiente fechado, as gotículas formadas ainda não caracterizam uma chuva, mas a intensidade dos raios poderia ser ajustada.