Publicado em: quinta-feira, 13/02/2014

Pesquisadores conseguem reverter mancha de vitiligo

Mancha de vitiligo é removida por pesquisadoresPesquisadores têm muito a comemorar, testada com camundongos, a estratégia de combate ao vitiligo tem apresentado resultados surpreendentes, e já é possível impedir a progressão da doença e inclusive reverter a coloração das manchas existentes na pele. O vitiligo é uma doença autoimune cuja principal característica é de fazer com que o sistema imunológico ataca as células produtoras de melanina, responsáveis pela pigmentação que dá cor à pele.

Em uma pesquisa realizada por cientistas das Universidades de Massachusetts (EUA) e da Colúmbia Britânica (Canadá), notaram que tanto os camundongo quanto os seres humanos com vitiligo, apresentam índices elevados de uma molécula denominada CXCL10. Os camundongos com pouca quantidade desta molécula desenvolviam características amenas da doença e apresentavam pouca despigmentação.

Dando-se a entender que a CXCL10 funciona como um “sensor” que auxilia as células imunológicas tanto encontrar, como destruir os melanócitos. Usando este raciocínio como base, os cientistas procuraram inibir as moléculas em camundongos e o tratamento não só freou a doença, mas também permitiu que as manchas regredissem.

A pesquisa possibilita que o tratamento contra o vitiligo seja mais objetivo e eficaz justamente por focar no problema e inibir que a CXCL10 continue destruindo os melancólicos.

Doença & Diagnóstico:

Podendo aparecer em qualquer parte do corpo, o vitiligo apresenta as primeiras manchas brancas, e não existem outros sintomas além da perda de pigmentação. A doença atinge de 1% a 2% da população mundial, sem predileção por sexo, idade ou etnia.

Até o momento, existem inúmeras técnicas de tratamento, mas nenhuma é efetiva e garante resultados definitivos. A fototerapia é um dos tratamentos mais adotados, assim como a utilização de pomadas relacionadas a corticoide.

Vale lembrar que o filtro soltar deve ser o principal aliado dos portadores do vitiligo, pois a ausência da melanina facilita queimaduras do sol e inclusive pode possibilar a formação de câncer de pele.

Famosos:

O rei do pop, Michael Jackson e a ex-modelo brasileira são exemplos de celebridade que foram identificadas com vitiligo. Michael Jackson faz durante muitos anos um tratamento para a doença, mas que infelizmente nunca foi efetivo, o astro passava muita maquiagem para disfarçar as manchas na pele. Luiza faz tratamento há vários anos e conta que chegou a passar muita maquiagem nas áreas atingidas para esconder a doença.