Publicado em: terça-feira, 11/09/2012

Pesquisa revela que brasileiro usa internet até no banheiro

Pesquisa revela que brasileiro usa internet até no banheiroUm levantamento da Etiqueta Móvel mostrou os hábitos das pessoas como uso dos dispositivos móveis e comportamento on line. A pesquisa foi realizada pela Intel em oito países, inclusive no Brasil.

Os números da pesquisa mostram que o uso da internet através de dispositivos móveis é uma ação comum em diversos ambientes, dentre eles, eventos esportivos (24%) e durante as refeições (22%). Entretanto, muitas pessoas também fazem uso desses dispositivos quando estão no banheiro, dentro do cinema, em um encontro romântico e até nas igrejas e em funerais (16%, 14%, 13%, 8% e 3%, respectivamente).

Os dados levantados apontam que o assunto mais debatido entre adultos e jovens são música e esporte. No Brasil, 4 em cada 10 adultos fazem compartilhamento de informações sobre esportes na internet, o restante, cerca de 70%, é consumido por música. A pesquisa da Etiqueta Móvel revelou que o país é o que mais discute sobre religião. Em média, quase 40% das pessoas que participaram da pesquisa postam mensagens sobre religião em seus perfis de redes sociais. Esse número é contrastante com outros países como Austrália, 8%; França, 3% e Japão com 1%.

Conforme a pesquisa, os brasileiros possuem maus hábitos quando ao assunto é o manuseio do celular ou qualquer outro dispositivo móvel em público. Quase 100% dos entrevistados afirmam que falta educação por parte das pessoas. Entre os principais maus hábitos revelados na pesquisa estão: o alto volume de som dos dispositivos móveis, falar ao telefone gritando, além de falar ou digitar enquanto dirige e assistir conteúdo pornográfico em público.

Os dados ainda mostraram que 22% dos adolescentes atualizam com freqüência seus perfis de redes sociais. Essa atualização acontece várias vezes ao dia, tornando-se, em alguns casos, obsessiva.

Os conteúdos mais compartilhados pelos usuários são as fotos, notícias do dia, análises de produto, esportes e recomendações de compras. Do total de entrevistados 44% garantiram que ficam confortáveis em compartilhar sua vida pessoal on line e não pessoalmente.

Outro detalhe curioso é que 33% dos adultos, que possuem perfis em redes sociais revelaram que possuem uma personalidade on line diferente daquela que tem na vida real. Já 23% dos entrevistados contaram que compartilham informações pessoais falsas. Dentro desse perfil, os homens mentem mais que as mulheres. Eles somaram 26% e elas 21%.