Publicado em: quarta-feira, 03/08/2011

Pesquisa que relaciona QI com navegador da internet foi um golpe

Ao contrário do que foi anunciado pela mídia geral na semana passada, o estudo responsável pela relação entre a escolha do navegador da internet e o nível do Quoficiente de Inteligência (QI) é falso. Os primeiros a desconfiarem da veracidade das informações publicadas pela suposta empresa ApTiquant foram os analistas de segurança do portal de notícias britânico BBC. A própria BBC havia noticiado o resultado da falsa pesquisa e corrigiu a informação nessa quarta-feira (03).

De acordo com a investigação levantada pela BBC, o domínio no qual estava registrado o site onde a pesquisa foi divulgada havia sido criado há menos de um mês. Isso já foi motivo o suficiente para gerar dúvidas, pois a pesquisa defendia que outro estudo parecido com este em questão teria sido realizado em 2006. Além disso, as imagens da equipe considerada responsável pela conclusão foram copiadas de um site verdadeiro original de Paris.

Porém, até o momento não há informações quanto a quem estaria por trás do golpe que acusou usuários do Internet Explorer de terem QI inferior aos clientes do Google Chrome, Mozilla Firefox, Opera ou Camino. Apesar de terem usado as mesmas imagens de funcionários franceses, os nomes foram alterados para a publicação no site falso.

Vários meios de comunicação tentaram entrar em contato com representantes da ApTiquant, mas, até o momento, não há registros de quem tenha conseguido um depoimento de tais pesquisadores. Para o consultor de segurança da Sophos, Graham Cluley, é extremamente fácil fazer um site falso como este, pois qualquer pessoa tem acesso a imagens e nomes na internet.