Publicado em: quarta-feira, 23/04/2014

Pesquisa mostra um novo antivírus que pode ajudar a eliminar o sarampo

Pesquisa mostra um novo antivírus que pode ajudar a eliminar o sarampoUma nova pesquisa feita por japoneses e alemães testou em animais um antivírus que foi desenvolvido por eles, e os resultados foram positivos ao mostrar eficácia no combate a um vírus semelhante ao sarampo, unido a vacinação, este antivírus pode ajudar a extinguir essa doença que é responsável por matar dezenas de pessoas por ano.

Mesmo após de muitos avanços nos estudos para combater o sarampo no mundo, a doença é altamente contagiosa e atinge cerca de 150 mil pessoas ao ano desde 2007, levando-as a óbito, os índices são de um estudo que foi publicado no último dia (16) pela revista especializada “Science Translational Medicine”. Os estudiosos puderam observar um retorno do vírus que causa a infecção nos países europeus, o chamado como morbilivírus. Eles acreditam que a doença está controlada na Europa, o novo antivírus, que leva o nome de ERDRP-059l, e sua função é parar a multiplicação do vírus da cinomose, que atinge animais, assim como cachorros e furões, que é muito parecido ao que ocasiona sarampo em humanos.

Ajuda no tratamento

A pesquisa realizada foi desenvolvida por Richard Plemper, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade da Geórgia – localizada no sudeste dos Estados Unidos – em conjunto também dos pesquisadores dos institutos alemães Emory e Paul-Ehrlich. A vacinação deverá ter continuidade. O pesquisador Plemper explica que, o aparecimento de uma potente imunidade antiviral nos furões é particularmente animadora e sugere que o tratamento pode, não só salvar o indivíduo infectado, como também contribuir para sanar as carências imunológicas da população. Ele também complementa dizendo que, o antivírus, que é barato e prático de ser armazenado, pode ser muito bem utilizado para ajudar no tratamento de pessoas que estão próximas a alguém que sofre doa doença e que ainda não demonstrou por meio de sintomas que está infectado.