Publicado em: segunda-feira, 02/03/2015

Pesquisa indica que 74% dos brasileiros nunca compraram pela internet

No Brasil, comprar pela internet tem se tornado um hábito cada vez mais popular. Entretanto, ainda existe muito consumidor no Brasil que prefere comprar seus produtos pelo caminho tradicional. Uma pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) indicou que quase 75% dos brasileiros jamais efetuaram uma compra pela rede de internet. A pesquisa ainda indica que quem usa esta opção de compra, tem um perfil bem específico, com renda, idade e até escolaridade influenciando nessa decisão do consumidor. Ainda que entre o público consumidor com um perfil jovem, mais familiarizado com tecnologia, a quantidade de pessoas que nunca realizaram compras pela internet é bastante alta. O mesmo acontece com os brasileiros com boa renda e escolaridade mais alta, o que poderia representar mais condições de acesso à internet.

O estudo traz informações como o fato de que chega a 65% o número de consumidores que nunca comprar pela internet, mas com perfil de idade entre 16 e 24 anos. A percentagem sobe ainda mais 2% quando a faixa etária fica entre 25 e 34 anos. As proporções já são elevadas com este perfil e sobrem ainda mais quando são os consumidores mais velhos. Na faixa entre 35 e 44 anos, a parcela quase chega a 75% de consumidores que nunca usaram a internet para realizar a compra de produtos. Quando são consumidores com 45 a 54 anos, o porcentual quase bate 80%. Com 55 anos ou mais, o porcentual de consumidores que compra pela internet é de 87%.Pesquisa indica que 74% dos brasileiros nunca compraram pela internet

No que se refere a renda familiar, o cenário ficou da seguinte forma: consumidores com mais de cinco salários mínimos como renda, chegam a quase metade aqueles que nunca compraram produtos pela internet. Quem possuiu renda entre dois até cinco salários mínimos, compra ainda menos pela internet. Neste perfil, 70% dos consumidores não tem este hábito. Consumidores que possuem renda de até um salário mínimo, chega a 91% o índice daqueles que nunca realizaram a compra de produtos através da internet.