Publicado em: terça-feira, 28/08/2012

Pernambucana ganha o direito de realizar cirurgia de mudança de sexo

Pernambucana ganha o direito de realizar cirurgia de mudança de sexoUma pernambucana conseguiu por ordem judicial o direito para realizar a cirurgia de mudança de sexo. O caso que é inédito no estado, só será possível por causa de decisão de Marcos Nonato, que é juiz da 4° Vara da Fazenda de Jaboatão dos Guararapes.

Na cirurgia, que é chamada de metoibioplastia, a mulher passa pelo atrofiamento do clitóris e será juntado á uretra. Enquanto isso, um enxerto de músculo será feito na região, criando assim um pênis que deverá obter as mesmas funções de um pênis considerado normal.A data de cirurgia ainda não foi marcada, mas deverá ser realizada no Hospital das Clínicas de Goiás. Tudo deverá custar em torno de R$ 40 mil. Desde o ano de1999 a mulher está fazendo tratamento com hormônios e já teve os seios retirados.

Com a decisão judicial, o estado precisa custear todo o tratamento, mas ainda há tempo para recurso. O processo para a cirurgia foi aprovado no dia 22 de agosto.

Apesar de ter conseguido a autorização para que ocorra a mudança de sexo, só agora, a paciente, que já está falando como homem e já está se comportando como tal, está tentando desde o ano de 1999 conseguir ser reconhecida como um homem. Quando decidiu que queria mesmo ser do sexo masculino, ela buscou ajuda no serviço de ginecologiada Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Ela chegou a fazer vários exames na área de mastologia do Hospital das Clínicas. Depois da avaliação, houve um procedimento conhecido como biopsico social, e a mulher foi diagnosticada de transexualismo feminino.

Quando fala sobre o futuro, a paciente afirma que espera o melhor e que deseja continuar sua vida da maneira mais normal possível. A família da mulher ficou chocada com a decisão, segundo ela, mas sempre a respeitaram. Ela ainda afirma que não tem medo do preconceito.