Publicado em: terça-feira, 04/06/2013

Penúltimo episódio da terceira temporada de Game of Thrones deixa fãs perplexos e revoltados

Penúltimo episódio da terceira temporada de Game of Thrones deixa fãs perplexos e revoltadosO episódio desta semana de Game of Thrones deixou milhares de fãs com um misto de emoções com tristeza, raiva e para alguns um perverso excitamento após a estreia do “The Rains of Castamere”. O episódio que agora corre os comentários do twitter com o título de O Casamento Vermelho, não seguiu a mesma sequência dos livros e trouxe a tona um novo desenrolar que traz um final impactante ao penúltimo episódio da terceira temporada da série.

Como era de se esperar o penúltimo episódio da temporada traria no mínimo o gancho para um final dramático ao terceiro ano da série. Mas neste episódio tudo ocorreu de forma sutil ao brutal, entre assassinatos, intrigas e drama os espectadores do The Rains of Castamare não tiveram motivos para sair da tela sem muito que pensar.
O episódio que foi levado em grande parte com pitadas de humor, com Arya (Maisie Williams) batendo em um velho que antes tentara proteger da morte e os irmãos caçula Stark, Bran (Isaac Hempstead-Wright) e Rickon (Art Parkinson) discutindo antigos costumes de beber sangue em caveiras dos selvagens na frente de Osha (Natalia Tena).

Para George R.R. Martin o escritor dos livros o desfecho do casamento nos livros já era alvo de controvérsias há muito tempo e ele estava acostumado com a crítica do público, entretanto na seria o episódio foi difícil até mesmo para ele que tinha criado afinidade com os atores. Caso você seja fã da série saiba que vai se surpreender, mas não continue lendo o texto abaixo caso não queira saber antes os acontecimentos.

Em meio ao casamento do tio de Robb com uma filha de Lorde Walder uma reviravolta se anunciou nos últimos minutos do episódio. Em uma sequência de alegria e comemoração bem encenada nada sugeria que ao final deste, mais dois Starks estariam mortos. Lorde Walder apoiado pelos Lannisters em uma revanche vingativa ordena o assassinato do Rei do Norte Robb Stark (Richard Madden) e sua mãe Catelyn Stark (Michelle Fairley), além de sua esposa. Retirando assim mais três Starks da história, afinal o casal esperava um bebê.

Dentre o caos de sangue que se instaurou no fim do episódio a morte de Catelyn foi a que mais chamou a atenção, ao contrario dos livros em que personagem poucas vezes cativa o leitor na série Catelyn tinha realmente a simpatia do público como uma mulher sofrida mas guerreira. Catelyn perdeu seu marido, seus filhos e sua casa, e tentava amar um filho bastardo e perdoar Robb por suas escolhas. Para o público sendo uma das representantes femininas mais fortes do Game of Thrones Catelyn não deveria morrer, e foram muitas mensagens de revolta nas redes sociais.