Publicado em: terça-feira, 17/04/2012

Paulo Freire é declarado patrono da educação brasileiro

Foi publicada ontem no Diário Oficial da União uma lei declarando que o educador e pedagogo Paulo Freira é agora o patrono da educação no Brasil. No início de março, o projeto de lei já havia sido aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado, por unanimidade.

Conhecido apenas como Paulo Freire, Paulo Reglus Freire faleceu em 1997, com 76 anos e atuou como filósofo e educador. Seus pensamentos o fizeram ser considerado um dos principais pensadores no campo da pedagogia em todo o mundo, influenciando um movimento conhecido como pedagogia crítica.

A prática didática difundida por ele estava fundamenta na crença de que os alunos assimilam o objeto do estudo realizando sozinho caminho e não seguindo um roteiro já definido e construído pelo educador.

O educador recebeu mais de 40 títulos de doutor honiris causa de instituições de ensino renomadas, como Oxford, Cambridge e Harvard. Em 1964, Freire foi preso e terminou exilado no Chile, de onde percorreu diversos outros países, disseminando o seu método particular de alfabetização. Retornou ao Brasil apenas em 1979, depois da publicação da Lei da Anistia.