Publicado em: quinta-feira, 17/05/2012

Pássaro é confundido com espião na Turquia

Moradores de uma vila, localizada no sudoeste da Turquia, acreditaram que um pássaro migratório estava infiltrado no local como um espião de Israel. Os habitantes do local desfiaram da ave, uma abelharuco-comum (chamada cientificamente por Merops apiaster) quando a encontraram morta em um campo.

O pássaro estava usando um anel de metal em uma de suas pernas, no qual estava escrito “Israel”. Em meio a esta suspeita, os moradores fizeram contato com a polícia. Eles acreditaram que a ave carregava um microchip em seu bico, que era consideravelmente grande, e que este foi colocado pelo Mossad, serviço de inteligência israelense.

Exame da ave

De acordo com o correspondente da BBC, Jonathan Head, o escritório do Ministério da Agricultura da Turquia fez um exame nas plumas coloridas do pássaro. Depois do exame, o ministério disse aos habitantes da vila que é comum que pássaros migratórios tenham estes anéis para que seus movimentos possam ser rastreados.

Uma fonte oficial do ministério afirmou para a BBC que foi difícil convencer a polícia do local que a ave não era uma ameaça para a segurança do país. O sistema de contraterrorismo até mesmo foi envolvido no caso. Teorias de conspiração são facilmente aceitas na Turquia, principalmente com relação a Israel.