Publicado em: domingo, 02/11/2014

Passageiros que chegarem ao Brasil vindos de países onde há surto de ebola passaram por triagem e terão temperatura medida

Passageiros que chegarem ao Brasil vindos de países onde há surto de ebola passaram por triagem e terão temperatura medidaO Ministério da Saúde comunicou nesta sexta-feira novos procedimentos que serão adotados para pessoas que cheguem ao Brasil vindos da Serra Leoa, Guiné e também Libéria, já nesta sexta-feira os novos procedimentos começaram a ser colocados em prática no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Todos os passageiros que chegarem ao Brasil vindos destas localidades, depois de passarem pela triagem irão receber também um panfleto com informações sobre os sintomas do ebola, além disto neste folder também eles receberão informações à respeito do Sistema Único de Saúde, essas informações são do Secretário de Vigilância Sanitária em Saúde, Jarbas Barbosa, segundo o Ministro da Saúde, Arthur Chioro, é importante que os estrangeiros saibam que o Sistema Único de Saúde é gratuito e que eles podem procurar, caso haja necessidade.

Todos os passageiros terão, além dessas informações, sua temperatura aferida no momento em que chegarem ao país, serão também colhidas informações sobre o lugar de onde o viajante está chegando, para Arthur Chioro, o dado mais importante é sem dúvida a data em que os indivíduos entram no Brasil, pois segundo ele, mediante a essa informação é que se podem definir os próximos procedimentos a serem seguidos.

Esses procedimentos já vem sendo realizados em diversos outros países como Estados Unidos e também Inglaterra, no Brasil a implantação dessas medidas vem para somar todas as ações do país, caso ocorra um caso suspeito de ebola, segundo o Ministro da saúde, através dessas medidas é possível que haja um trabalho mais ainda mais efetivo e com mais articulação junto aos órgãos de saúde.

Esses procedimentos adotados funcionam como um 2º bloqueio de passageiros vindos de países afetados pelo surto do ebola, já que ao saírem do país os passageiros já passam por uma entrevista, a ação será conjunta entre a Vigilância Sanitária, Polícia e Receita Federal e também o aeroporto de Guarulhos.