Publicado em: quarta-feira, 16/05/2012

Participação de mulheres em cargos de liderança aumenta no Brasil

Esse resultado faz com que o Brasil volte a subir no ranking global. O país que em 2009 estava em 10ª posição, caiu para a 21ª em 2011, no entanto voltou a subir em 2012, alcançando o 18º lugar. Com esses dados, observa-se que houve um aumento do percentual de mulheres em cargos de liderança no país. A pesquisa é feita pelo International Business Report 2012 (IBR) e mostrou que 27% dos cargos de liderança no país são ocupadas por mulheres. Isso equivale a uma elevação de 3 pontos percentuais em comparação com o ano passado. Esse número também é maior que a média global de 21%.

Sócia da Grant Thornton Brasil fala sobre a importancia de equilibrar homens e mulheres em altos cargos

Esse resultado fez com que o Brasil subisse no ranking, assim como a média global também registrou aumento de 1% em 2012, subindo para 21%. Madeleine Blankenstein, sócia da Grant Thornton Brasil é uma das mulheres brasileiras que ocupam cargo de liderança. Segundo ela é preciso que as empresas compreendam que equilibrar homens e mulheres na liderança das empresas trás maiores chances de crescimento. Ela citou ainda a importância de se ter uma presidenta governando o país.

Rússia tem 46% de mulheres em cargos de liderança

Em termos globais, o país com a melhor quantidade de mulheres em cargo de liderança é a Rússia, com 46%. Em seguida vêm a Bósnia, Tailândia e Filipinas, os três com 39%. Depois está Geórgia e Itália, com 38% e 36%, respectivamente. Na ponta mais baixa da lista está o Japão, com apenas 5% de mulheres em cargos de liderança. Em termos regionais, a Zona do Euro se destaca com 25% de mulheres. A América Latina tem 22% e os BRICs, 26%.