Publicado em: quarta-feira, 31/08/2011

Parlamento japonês escolhe novo primeiro-ministro para substituir Naoto Kan

O Parlamento japonês escolheu oficialmente nesta terça-feira (30) o novo primeiro-ministro do país por meio da votação parlamentar. O candidato eleito é o ex-ministro de Finanças, Yoshihiko Noda, que faz parte do Partido Democrático, o mesmo do então primeiro-ministro, Naoto Kan. Com a sua eleição, Noda passa a ser o sexto premiê do país no período de cinco anos. Esta votação representa a possível última chance do Partido para conseguir reverter a situação de crise econômica no país.

O principal objetivo já divulgado para a gestão do novo primeiro-ministro é estagnar o crescimento da dívida pública que o Japão vem acumulando. Além de contornar a situação econômica, Noda também precisa conciliar as crises internas do seu Partido, as quais foram desencadeadas por disputas de poder. Ao mesmo tempo, Noda precisa ganhar a confiança da oposição, pois, diversos projetos podem ser barrados no Parlamento sem o apoio desta. Mesmo com a crise interna, o Japão ainda se classifica como a terceira maior economia do mundo.

De acordo com o diretor do Centro do Japão de Stanford em Kyoto, Andrew Horwat, “na tradição japonesa, os políticos mais discretos tenderam a ser mais efetivos. Esse não é o momento para arrogância e ação inadequada.”

O ex-primeiro-ministro decidiu renunciar depois de ter firmado um acordo com a oposição. Após receber críticas com relação à maneira como conduziu a crise estabelecida no país com o terremoto e o tsunami que desencadearam uma crise nuclear, Kan prometeu renunciar caso a oposição aprovasse três projetos no Parlamento.