Publicado em: segunda-feira, 24/11/2014

Parceria entre produtora do Firefox e Google chega ao fim depois de dez anos

 Parceria entre produtora do Firefox e Google chega ao fim depois de dez anosDepois de dez anos de parceria entre a empresa Google e a Mozila, criadora do Firefox, chega ao fim, com isso nos Estados Unidos o buscador oficial do Firefox passa a ser o Yahoo e não mais o Google, como era de costume. Por enquanto em outras localidades do mundo, incluindo o Brasil, o buscador permanece sendo o Google, o acordo realizado tem a validade de cinco anos e começa a ter validade no próximo mês.

Segundo informações de Marissa Mayer, que é executiva chefe do Yahoo e também já foi funcionária da Google, o fato de a Mozila ter optado por fazer a modificação de seu buscador e ter optado pelo da empresa onde trabalha, remete um ganho ao Yahoo, já que as pessoas que utilizam o navegador Firefox procedem em torno de 100 milhões de pesquisas anualmente.

Através de seu anúncio, Marissa declarou que este fato gera uma das maiores oportunidades no mercado que compreende uma busca direcionada de maneira independente, além disso, com o acordo procedido o Yahoo fez modificações em seu buscador e agora se utiliza mais de gráficos e fotos em seu design,

Números demonstram que realmente esta parceria vem para acrescentar ao Yahoo, já que nos Estados Unidos ele permanece perdendo espaço, já que cerca de apenas 10% de todas as buscas realizadas na internet são realizadas utilizando este buscador, enquanto o Google aparece com 67% da preferência e a Microsoft detém também os mesmos 10% do Yahoo.

O que pode ter originado essa ruptura entre Mozilla e Google foi o fato de a empresa de buscador ter fundado o Google Chrome, já que este tomou a liderança do mercado e possuí 48% contra 19% do Internet Explorer, enquanto o Firefox tem 17%, de acordo com dados do mês passado segundo uma pesquisa do segmento.