Publicado em: terça-feira, 19/06/2012

Paraná registra mais três mortes confirmadas por Gripe A

Foi confirmada ontem, segunda feira (18), pela Secretaria de Estado da Saúde, a ocorrência de mais três mortes por consequência da gripe A (H1N1) no estado do Paraná. As mortes foram registradas nas cidades de São Mateus do Sul, Cornélio Procópio e Curitiba. Desde o começo de 2012, o Paraná já contabilizou cinco mortes por conta da doença. Em uma delas, o paranaense adquiriu o vírus e faleceu na região nordeste do país.

O estado todo permanece agora em alerta por conta do aumento de casos confirmados da doença na última semana. São quase 65 casos confirmados, dos quais quase 40 foram registrados somente em junho. Os estados próximos, de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul também têm apresentado uma situação preocupante. Só em Santa Catarina já são 21 mortes em 2012 e mais de 260 casos confirmados.

Recomendação

A recomendação da Secretaria da Saúde é de que as pessoas com indícios de febre, juntamente com dor de garganta ou tosse, sejam encaminhadas imediatamente para uma unidade de saúde ou hospital.

De acordo com o superintendente de Vigilância Sanitária, Sezifredo Paz, caso uma situação de suspeita da doença seja confirmada, o médico precisa imediatamente receitar o remédio Oseltamivir. Isso, de acordo com ele, antes mesmo da confirmação por exames de laboratório.
O medicamento consegue atuar no organismo contra os tipos do vírus Influenza que mais tem circulado no país, além de conseguir evitar o agravamento do quadro clínico do enfermo.

Mais de dois milhões de exemplares do medicamento Oseltamivir foram disponibilizados pelo Governo do Estado do Paraná para ficarem disponíveis na rede pública de saúde do estado. Devido a uma determinação de Michele Caputo Neto, secretário da saúde, desde o último dia 15 os hospitais do sistema privado de saúde que atendem os serviços de emergência e urgência, também estão recebendo o remédio do governo do estado.