Publicado em: domingo, 23/02/2014

Paraná: Após se garantir como anfitrião na Copa, Atlético Paranaense enfrenta problemas com a justiça do trabalho

Paraná: Após se garantir como anfitrião na Copa, Atlético Paranaense enfrenta problemas com a justiça do trabalhoUma Ação Civil Pública, movida pelo Ministério Público do Trabalho no Paraná (MPT-PR), acusa o Clube Atlético Paranaense de desrespeitar os direitos de jovens atletas das categorias de base do clube. Segundo a denúncia, os alojamentos dos garotos têm péssimas condições de higiene, a estrutura é insuficiente e não há qualquer auxílio médico ou educacional.

No clube contratado para realizar os testes foram encontrados 29 jovens atletas, todos entre 14 e 16 anos, sendo apenas três de Curitiba. Além disso, foram encontrados dois garotos menores de 14 anos, que é a idade mínima para ingresso na formação profissionalizante para o esporte.

A parceria entre o Atlético e o Clube Andraus começou em abril de 2013, para que a realização dos testes não dependesse do deslocamento de profissionais responsáveis pelos treinamentos da base da equipe. Todavia, devido a outro caso, o Atlético Paranaense havia se comprometido a oferecer instalações adequadas aos jovens talentos, além de assistência completa, acordo que segundo o MPT foi descumprido.

Outro problema identificado foi com cobrança indevida. Para os garotos que não eram aprovados, o Atlético oferecia uma série de treinamentos especiais de 30 dias e uma nova oportunidade de provar suas habilidades. Entretanto, o Andraus cobra R$ 1.500 pela realização da clínica, o que qualifica terceirização de formação esportiva e cobrança por treinos profissionalizantes, o que é proibido na Lei Pelé.

CAP justifica

Segundo a assessoria do Clube Atlético Paranaense, não houve citação pelo Ministério Público do Trabalho, e a parceria com o Clube Andraus Brasil existe apenas para que não sejam realizados testes nos campos do centro de treinamentos da equipe principal. Além disso, pelo convênio o Andraus fica responsável pelas instalações desportivas, treinamentos, alimentação e hospedagem durante os testes.

Primeiro clube paranaense a receber o Certificado de Clube Formador da Confederação Brasileira de Futebol, e quarto no Brasil, o CAP é considerado “padrão A” na formação de novos talentos. A diretoria do clube afirma ser mal intencionada toda intenção de aliar ao Atlético qualquer irregularidade.