Publicado em: sexta-feira, 17/01/2014

Para desafogar as redes 3G e 4G, operadoras devem ampliar os pontos de Wi-fi

Para desafogar as redes 3G e 4G,operadoras devem ampliar Para descongestionar as suas redes móveis, operadoras de telefonia do Brasil
deverão aumentar neste ano o número de pontos que dão acesso à internet usada
pela rede Wi-fi. O objetivo é melhorar o serviço até a chegada da Copa do
Mundo, onde a procura deverá ser ainda maior.
Segundo os analistas, os investimentos para a instalação de pontos Wi-fi, os
hotspots, chegam até a 10 vezes menores em lugares públicos e privados que o
mínimo necessário para a instalação das redes 3 e 4G. Porém, como a cobertura é
limitada, as redes são complementares dos serviços de internet móvel das
operadoras e não substitutas.

A expectativa da Claro é aumentar sua rede de hotspots que foi lançada em 2013.
Atualmente a empresa tem em todo o país 6 mil pontos de conexão, sendo que,
todos estão em lugares públicos de centros urbanos.
De acordo com o diretor de serviços de valor agregado da operadora, Alexandre
Olivari, o foco da ampliação de investimentos deste ano “será maior em
Wi-Fi indoor do que outdoor”. A localização de todos eles serão em lugares
públicos como: aeroportos, restaurantes e shopping. E ele ainda falou – “O
Wi-Fi serve como um complemento para a falta de espectro no 3G e 4G”.
Para a Copa, a empresa está negociando com operadoras internacionais para que
os estrangeiros visitantes tenham acesso às redes sem fio no Brasil. Além
disso, a Claro também pretende instalar em parceria com concorrentes redes
Wi-fi nos estágios que vão receber os jogos do Mundial.

Investimentos – Para o Presidente da consultoria Teleco, Eduardo
Tude, o Wi-fi serve para melhorar o serviço, pois, as operadoras são forçadas pela
grande demanda e pelos reguladores a investirem nas suas redes 3G e 4G.
“O Wi-FI por si só não é uma fonte de receita, mas acaba
sendo uma maneira de reforçar o 3G”, afirmou. “É uma maneira de
melhorar as avaliações de desempenho na Anatel.”

Porém, segundo alguns especialistas, o Wi-fi público e gratuito
é o melhor jeito de intensificar o uso da Web movem no nosso país, isto porque
os pacotes oferecidos pelas operadoras ainda são caros para grande parte dos
usuários.