Publicado em: quinta-feira, 18/08/2011

Papa Bento XVI chega à Espanha para participar da Jornada Mundial da Juventude

O Papa Bento XVI chegou nesta quinta-feira (18) à capital da Espanha, a cidade de Madri, para participar das Jornadas Mundiais pela Juventude (JMJ). Ao mesmo tempo em que o líder do Vaticano foi recepcionado por autoridades do governo e pela família real espanhola, foi divulgado que manifestantes laicos e defensores do direitos homossexuais realizariam manifestações em protesto à presença do Papa no país. Os atos devem acontecer durante os quatro dias do evento.

Antes mesmo de chegar em Madri, o Papa foi entrevistado no avião que o transportava à Espanha. Nesse momento, o Papa pediu por mais ética nos assuntos relacionados com a economia, ao afirmar que “o homem deve estar no centro da economia e a economia não deve se medir unicamente pela maximização dos benefícios, mas pelo bem comum.” Com seis anos completos no cargo de pontificado, essa visita à Espanha transformou o país no lugar mais visitado pelo Para durante esse período.

Ao realizar um discurso na sala de autoridades do aeroporto de Barajas, onde desembarcou do avião, o Papa afirmou que os jovens estão muitos preocupados com o futuro profissional. Ao mesmo tempo, ele defende que muitos precisam de atenção para não caíram na tentação das drogas. O Papa pediu aos jovens para que não se envergonhem da sua fé e que nada tire a paz das suas vidas.

As manifestações que foram planejadas para acontecerem durante a sua estadia no país tem como críticas o uso de dinheiro público para financiar metade dos custos do Papa. Os ativistas defendem que não é certo usar essa verba para um evento de caráter privado e que atende aos interesses de parte da sociedade.